Depender demais não é saudável

Sabemos que depender demais de qualquer coisa, ou qualquer um, não é saudável. O assunto fica ainda mais complicado quando nossa empresa depende de um fornecedor que também é nosso concorrente. Para o mercado varejista, é como se o franqueador abrisse uma loja ao lado do franqueado. Para o mercado educacional, é como ter uma escola dentro de uma fábrica (se ela fechar, acabou a escola).

No mercado de tecnologia encontramos uma dependência difícil de entender. Como a Apple se tornou dependente da Samsung, sua maior rival no mercado de telefonia?

O Wall Street Journal tenta explicar no artigo que pode ser lido aqui, mas eu tenho minha opinião:

Para crescer, a Apple focou apenas em inovação, sem se preocupar com o processo fabril. O Steve Jobs tinha certeza que seus contratos sempre protegeriam a Apple, e que seu processo de inovação sempre os levaria para a vanguarda da tecnologia. Qualquer lançamento posterior seria invalidado pelo seu pioneirismo. O problema é que essa estratégia estava focada em um gênio (o próprio Steve Jobs), e com sua partida, ficou mais difícil inovar. Em pouco tempo o Google se aproximou em tecnologia e usabilidade, e a Samsung em qualidade dos dispositivos.

E agora, que caminho seguir?

Continuaremos vendo essa disputa no dia-a-dia, nos beneficiando de bons produtos e aumento da concorrência.

 

samsumg-apple

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s