Diferentes maneiras de se educar

No início de fevereiro um pai americano publicou um vídeo no Youtube com um desabafo, e outras coisas mais, contra sua filha adolescente. Quando digo que é contra sua filha, é bom vocês acreditarem.

Sou educador e trabalho em colégios desde que me entendo como gente. Passei por alguns momentos interessantes com adolescentes, que em nada se parecem com o embate do vídeo em questão. Percebida como fase da vida onde brotam a criatividade, o empreendedorismo e a liberdade de expressão, com a internet há uma natural confusão do que pode e não pode ser dito.

Acredito que os adolescentes de hoje estejam se sentindo em uma vitrine única, reforçada pela mídia. Eles não estão errados. Vivemos em uma época em que a facilidade da informação expõe notícias boas e ruins, onde todos tentam adivinhar o futuro da nossa economia, saúde e tecnologia. E é exatamente sobre a economia que os adolescentes se prendem para ter certeza, na cabeça deles, que o futuro da humanidade está sob sua responsabilidade.

Essa certeza, que se constrói na adolescência, é destruída quando entramos no mercado profissional, ou dentro das salas de aula com os professores mais rígidos. Essa dicotomia ajuda a levar alguns para as salas dos psicólogos, outros para o fracasso e poucos para o sucesso, seja ele profissional ou pessoal.

Vejam o vídeo abaixo, reflitam e critiquem o pai. Peço apenas que não o julguem. Cada sociedades usa arma que possui.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s