Todos os caminhos caminho levam a Educação a Distância

Mesmo depois de alguns anos de grande investimento em Educação a Distância, feitos quase exclusivamente por grupos privados, parece que a tendência não é modismo. Lamentamos o fato do MEC confundir qualidade com infraestrutura, bons professores com quantidade de diplomas e certificação profissional com conhecimento atestado com certificados.

Estamos caminhando rapidamente para a pluralidade de meios na Educação a Distância, com a velocidade que o mercado pode impulsionar e, ao mesmo tempo, o MEC endurece, com a força da caneta, as regras que dizem que apenas uma instituição, autorizada por eles, pode dizer se você é ou não capaz de fazer algo, de pensar diferente, de produzir saber.

Hoje o grupo Abril Educação comprou parte da Escola Satélite, empresa que dispõe de um canal por satélite que trafega apenas conteúdo educacional. A Abril Educação abre uma janela em 30 milhões de lares brasileiros para levar seus conteúdos, sejam eles formais ou não, para os cantos mais distantes ou próximos da sua casa.

Veja abaixo o comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários e tente compreender onde podemos chegar.

Que venha o futuro do conhecimento pelo sabor da curiosidade, pela vontade de aprender!

.
ABRIL EDUCAÇÃO S.A.
CNPJ/MF nº 02.541.982/0001-54
NIRE 3530017583-2
Companhia Aberta de Capital Autorizado
FATO RELEVANTE
INVESTIMENTO NA ESCOLA SATÉLITE S.A.
Abril Educação S.A (“Companhia”), em atendimento ao disposto no §4º do Art. 157 da Lei nº
6.404/76 e na Instrução CVM 358/02, conforme alterados, vem a público informar que nesta data a
sua subsidiária CAEP – Central Abril Educação e Participações Ltda. (“CAEP”) celebrou Contrato
de Compra e Venda, de Investimento, de Opção de Venda e Outras Avenças (“Contrato”) tendo
por objeto (i) a aquisição de 10% (dez por cento) das ações ordinárias representativas do capital
social da Escola Satélite S.A. (“Escola Satélite”), empresa detentora de autorização concedida pela
Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e que atua no segmento de prestação de
serviços e elaboração, produção e coordenação de cursos telepresenciais, mediante o uso de
capacidade de satélite contratado com terceiros; e (ii) a subscrição e integralização pela CAEP de
novas ações ordinárias a serem emitidas pela Escola Satélite, todas nominativas e sem valor
nominal (a “Operação Escola Satélite”). Uma vez obtida a anuência prévia a ser concedida pela
ANATEL, a Operação Escola Satélite será concluída, e a CAEP passará a ser a titular de 51%
(cinquenta e um por cento) do total das ações ordinárias de emissão da Escola Satélite. A CAEP
passa a ter também o direito de aquisição dos outros 49% do capital da empresa em diversas
parcelas ao longo de um período de no máximo 8 anos, por um múltiplo de EBITDA da Escola
Satélite equivalente a 80% do múltiplo pelo qual as ações da Abril Educação estiverem sendo
cotados em bolsa de valores.
Com a Operação Escola Satélite a Companhia se prepara para oferecer às mais de 1.400 escolas
associadas aos seus Sistemas de Ensino a possibilidade de distribuição de serviços de ensino à
distância de preparação para testes e concursos, de idiomas, de cursos livres, dentre outros. Para
a oferta destes cursos a Companhia irá aproveitar-se de sua capacidade de geração de conteúdo e
de sua associação com os melhores professores de curso médio de suas escolas próprias e com
os autores com quem mantém relacionamento próximo em seus negócios editoriais.
A Companhia projeta ainda a redução de cerca de R$1,5 milhão por ano em custos de serviços de
apoio pedagógico prestados às suas escolas associadas, por meio da substituição de custos de
viagens e de pessoal com a prestação destes mesmos serviços via satélite, com maior frequência
e qualidade.
Em 2011 a Escola Satélite, fundada em 2008, prestou serviços de capacitação e educação
telepresencial a mais de 650 escolas privadas e públicas, tendo equilibrado receitas e custos.
O valor total da Operação Escola Satélite é de R$6.172.107,00 (seis milhões cento e setenta e dois
mil, cento e sete Reais).
A CAEP adotará todas as medidas necessárias para proceder às devidas notificações aos órgãos
integrantes do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência.

São Paulo, 15 de fevereiro de 2012.
Marcelo Schmidt
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s