Reinventando a educação

Uma vez escutei uma história que afirmava que a Educação a Distância começou quando o professor passou a dar aula para mais de um aluno. Ele precisou se distanciar, escrever em um quadro, ou parede, e os alunos, distantes dele, precisavam escutar e interagir apenas nos momentos em que era permitido.

Com a evolução da tecnologia a Educação a Distância passou a perder as fronteiras de uma sala. Começou com o registro do saber no papel, ou papiro, depois a correspondência, o telégrafo, telefone, rádio, televisão e finalmente a internet. Nessa última etapa podemos estratificar em outras pequenas partes: conteúdos depositados em formato texto, interação por meio de perguntas e respostas em texto (chats, fóruns etc.), escrita colaborativa, disponibilização de áudios (programas de rádio, entrevistas etc.), vídeos (geralmente produzidos para a televisão) e finalmente aulas presenciais gravadas em áudio e vídeos.

Especificamente nessa última categoria – aulas gravadas em vídeo – está localizado a Khan Academy, iniciativa de educador Salman Khan, que em 2006 começou a gravar aulas e disponibilizar os vídeos de maneira gratuita em seu site. A Khan Academy representa, na minha opinião, o estado da arte em conteúdos livres para alunos. Fácil de consultar, sem burocracia de cadastros, pagamentos de royalties ou amarrações com conteúdos pré-definidos. O aluno simplesmente procura o que quer aprender a assiste, ou pratica exercícios.

A interação acontece com seus professores da escola, ou com os amigos, pais, tios ou quem estiver disponível para ajudá-lo. Não importa. A Khan Academy entendeu que a busca pelo aprendizado deve partir do aluno, e por isso deve ser disponibilizado para ele o melhor conteúdo para seu simples deleite.

Reveja aulas que você teve no passado e aprenda de maneira diferente. Consulte a Khan Academy:

Veja a apresentação do educador Salman Khan no TED:

.